Perguntas Frequentes


QUAIS AS CARACTERÍSTICAS DAS FERRAMENTAS DE LINHA VIVA DA TEREX?


As ferramentas de linha viva são constituídas basicamente de bastões RITZGLAS®, e peças metálicas em ligas especiais de alumínio e bronze-alumínio. Dado a natureza de sua aplicação, onde normas de segurança estão implicitamente contidas nas próprias normas de trabalho, estas ferramentas são fabricadas sob rigoroso controle de qualidade, desde a seleção das matérias primas até aos testes finais na recepção.

Os bastões RITZGLAS® são testados eletricamente durante a fabricação, com 100kV a cada 30 cm, de acordo com a norma ASTM F-711.

As peças em alumínio são submetidas a tratamento térmico, sob um estrito controle de temperatura, a fim de preservar ao máximo as propriedades físicas do material básico empregado.

Nenhum novo tipo de ferramenta é disponibilizado ao mercado sem haver passado por ensaios de tipo para garantir as suas características construtivas e operacionais de projeto. 

IMPORTANTE: 
A manutenção de ferramentas de linha viva deve ser tratado como um processo crítico, devendo ser obedecida de maneira estrita toda e qualquer recomendação do fabricante.

 

QUAIS SÃO AS PRECAUÇÕES COM AS FERRAMENTAS DE LINHA VIVA?


As ferramentas de linha viva, devem ser manuseadas, instaladas e armazenadas unicamente por pessoas treinadas e que estejam familiarizadas com os procedimentos de operação e que cumpram as normas de segurança aplicáveis.


USO DAS FERRAMENTAS DE LINHA VIVA

Antes de cada utilização deve-se fazer a inspeção visual e ensaio elétrico das ferramentas de linha viva. Isto pode ser feito pelo próprio usuário. Antes de serem levadas para os eletricistas na estrutura, as ferramentas devem ser limpas usando um pano seco e em seguida o tecido para limpeza de bastões. Durante estas operações de limpeza pode-se fazer a inspeção visual das partes metálicas e isolantes.

 

COMO PROCEDER NA PRESERVAÇÃO E MANUSEIO DAS FERRAMENTAS DE LINHA VIVA?


As ferramentas de linha viva demandam cuidados específicos para a sua proteção de forma a mantê-las disponíveis para uso imediato. Além disso, tais cuidados resultarão no prolongamento da vida útil das ferramentas e, consequentemente, no aumento na segurança e confiança dos usuários. 

Via de regra, as ferramentas de linha viva devem ser mantidas secas. Nunca devem ser colocadas diretamente no solo, devendo ser conservadas no veículo ou carreta de ferramentas até o momento do uso, e então, colocados num suporte (cavalete para bastões). As ferramentas somente poderão ser colocadas no solo coberto previamente com uma lona (encerado) limpa e seca para protegê-las do contato direto com poeira ou umidade.

Devido a natureza da aplicação e a variabilidade da severidade sob a qual são submetidas as ferramentas de linha viva, sugerimos o que segue, quanto a constatação da sua condição de uso: 

  1. inspeção visual antes de cada utilização;
     
  2. ensaios mecânicos com a aplicação da carga nominal das ferramentas, com periodicidade a ser definida pelo usuário o qual deve considerar a severidade das utilizações anteriores;
     
  3. ensaios elétricos periódicos conforme determinado em normas internacionais e pela NR-10.

Entenda-se por severidade a exposição das ferramentas a carga excessiva, desequilíbrio de cargas, ataque por agentes químicos aparentes e não aparentes, impactos, manutenção inadequada (não tratamento de folgas, má lubrificação, não troca de componentes desgastados ou substituição por componentes não homologados pelo fabricante, avaria localizada em um componente que pode comprometer todo um conjunto de ferramentas, etc.), armazenamento e acondionamento inadequados para transporte e estocagem, etc.

 

QUAIS OS PROCEDIMENTOS DE MANUTENÇÃO BÁSICA DAS FERRAMENTAS DE LINHA VIVA?


Os bastões de linha viva, sob condições ideais de utilização, requerem aos seguintes cuidados periódicos: 

-    Limpeza dos Bastões
A maioria das impurezas são removidas passando um pano seco, caso o bastão esteja impregnado com graxa ou gordura, limpe-o com um pano embebido com álcool isopropílico ou ecothinner e que não deixe resíduos. Depois de estar limpo e seco, passa-se o tecido para limpeza de bastões, que na verdade é um pano impregnado de substância própria para a proteção dos mesmos. Feito isto, ensaia-se eletricamente o bastão usando o ensaiador de bastões Ritz-Tester. Isto deve ser feito para verificar se todas as impurezas foram removidas.

-    Reparo dos Bastões
O restaurador de brilho deve ser aplicado somente quando for evidente que a película do revestimento está em más condições. Antes de aplicar o restaurador de brilho, seque o bastão, em seguida use uma lixa fina para remover o antigo restaurador de brilho. Este bastão deve ser limpo novamente usando-se o solvente e então seco com um pano limpo, antes da aplicação do restaurador de brilho.

-    Recuperação de Rupturas
Caso seja identificado dano mais que superficial, pode ser usado o restaurador de ruptura, preenchendo a área danificada. Em seguida use uma lixa fina para retirar o excesso de restaurador. Para o uso dos restauradores de ruptura e brilho, consulte o nosso Manual de Recuperação de Bastões e Varas de Manobra.

 

QUAIS SÃO AS DISTÂNCIAS DE SEGURANÇA DE ACORDO COM A PUBLICAÇÃO DA OSHA - OCCUPATIONAL SAFETY AND HEALTH ADMINISTRATION (Administração Ocupacional de Segurança & Saúde) dos EUA em 31/01/1994?

 

Tensão Nominal (kV) Distância fase-terra (m) Distância fase-fase (m)
0,05 a 1,0 evite contato evite contato
1,1 a 15 0,64 0,66
15,1 a 36 0,72 0,77
36,1 a 46 0,77 0,85
46,1 a 72,5 0,90 1,05
72,6 a 121 0,95 1,29
138 a 145 1,09 1,50
161 a 169 1,22 1,71
230 a 242 1,59 2,27
245 a 326 2,59 3,80
500 a 550 3,42 5,50
765 a 800 4,53 7,91